Skate para iniciante 8 dicas fundamentais para bombar nas pistas

9 milhões de pessoas andam de skate no Brasil. Quer fazer parte desse número?

É hora de dar o start!

Muitas pessoas querem começar a andar de skate, mas não sabem muito bem por onde começar. Ou estão com preguiça, ou até mesmo não sabem os benefícios que o skate pode trazer. Por isso, separamos essas 8 dicas:

1) Tenha paciência

Um skatista iniciante talvez não consiga fazer aquela manobra de primeira. Pelo contrário, pode ser que demore dias até conseguir. Os treinos nem sempre serão como você imaginou, tem dias que você vai cair mais do que ficar de pé. Mas não desista!
É preciso treino e dedicação para alcançar seus objetivos.

2) Persista

Alguns treinos não vão render e vai dar vontade de desistir. Mas continue, vai valer a pena no fim. Algumas vezes as manobras vão parecer impossíveis, mas com o tempo você vai acertar. O skate vai ser seu melhor amigo com o passar do tempo.

3) Use equipamentos de proteção

O skate é um esporte com altas possibilidades de lesão. Por isso, é importante se proteger para evitar acidentes. Seja prudente, porque, muitas vezes, mesmo com o equipamento, você pode se machucar.
Se aquela manobra não é para iniciantes, deixe para tentar depois. Os principais equipamentos são capacete, joelheiras, cotoveleiras e luvas, em caso de downhill. O capacete ideal para você deve acomodar a circunferência da sua cabeça na altura da orelha. As cotoveleiras e joelheiras também precisam se adequar às suas medidas, caso não fiquem confortáveis aconselhamos você a não usar.

4) Não tenha medo das críticas

As pessoas vão criticar, mas isso não pode ser mais importante que seu objetivo final. Levante a cabeça e continue treinando. Críticas construtivas podem ser fundamentais para o seu futuro no skate.

5) Treine todos os dias

Você vai precisar, em primeiro lugar, melhorar seu condicionamento físico. Por isso, é interessante que você tire um tempo para o skate no seu dia, diariamente. Crie uma espécie de ritual: alongamento, aquecimento, exercícios para condicionamento físico e, por fim, treinar as técnicas de skate. Depois de um tempo, passe a tentar aprender as manobras mais simples e vá evoluindo com calma.

6) Comece por manobras mais simples

Começar por manobras complexas vai desestimular seus treinos. É preciso começar pelo simples e aumentar a complexidade com o tempo.

Veja 5 manobras para começar:

  • Ollie – afaste os pés, colocando o pé da frente próximo aos parafusos e o de trás no tail, abaixe o corpo e force a parte de trás do skate. Bata o pé com força, faça o skate subir e salte.
  • Manual – coloque o pé de trás no tail do skate e o pé da frente próximo ao truck. Coloque o peso do corpo no pé de trás até que as rodinhas da frente saiam do chão. Mantenha o equilíbrio e siga andando apenas com as rodinhas de trás.
  • Flip – é a derivação do Ollie, por isso, treine muito o primeiro para tentar fazer este. Faça o movimento do Ollie e chute o pé da frente do skate em diagonal para fora. Desse modo, o skate vai girar durante o salto.
  • Pop Shove-it – faça o movimento do Ollie, quando bater o tail arraste o pé de trás para trás. Assim, o skate vai girar para trás. Ao saltar, levante o pé da frente para que o pé saia enquanto ele gira. Mas, lembre-se de voltar com os dois pés em cima do skate antes de voltar ao chão.
  • Rock n’Roll to fakie (manobra na rampa) – passe o truck da frente pela borda da rampa, levante ele um pouco para não travar o truck e volte de costas.

7) Tenha um tutor (ou não)

Caso não seja possível para você, o tutor pode ser dispensado. Porém, é muito importante estar acompanhado de algum skatista que já pratique há algum tempo durante os seus primeiros treinos. Você também pode aprender a andar dentro de escolas de skate, procure saber se existe alguma na cidade onde você mora. É importante estar com alguém mais experiente para aprender a posicionar os pés corretamente para cada tipo de manobra, por exemplo. Além disso, é legal treinar acompanhado, assim vocês podem se ajudar e dar dicas uns aos outros. Mesmo se você não conhece ninguém que já anda de skate, ao começar a frequentar os picos vai ser fácil fazer amizade. Conte aos seus colegas que você acabou de começar e eles vão te ajudar, com certeza.

8) Alimente-se bem

É muito importante que o skatista iniciante alimente-se bem. Dê preferencia, por exemplo, por ingerir alimentos ricos em potássio e fibras. Evite o excesso de açúcar e carboidrato. Para andar de skate é interessante manter sempre o mesmo peso, pois quanto mais leve mais fácil para realizar as manobras e, claro, mais fácil de alcançar maior velocidade em cima do skate. O alimento saudável vai te dar mais energia para o rolê. Assim, você vai pular menos treinos e vai ter muito mais disposição para treinar o dobro ou até o triplo. Caso você não siga nenhum tipo de alimentação regrada, é sempre importante procurar um nutricionista para mudar seus hábitos alimentares da maneira mais correta possível. O médico também pode te passar uma dieta voltada aos treinos, o que vai melhorar ainda mais seu desempenho.

Invista sempre em bons equipamentos

Você vai precisar, em primeiro lugar, de um bom shape, a parte de madeira que fica acima das rodinhas. A melhor opção são os shapes feitos de maple canadense, porque são mais leves e resistentes. Mas, para você que está começando e talvez queira algo mais em conta, existe o shape de marfim. Você também precisa saber que quanto maior o shape, mais estável ele será. Por isso, os mais largos são melhores para os iniciantes.

Depois, escolha o truck, que serve para prender as rodas na parte de baixo do skate. O truck é responsável pela movimentação do skate, curvas e amortecimento de impactos. Novamente, quanto maior for o truck, maior a estabilidade do skate. Porém, quanto maior mais pesado também. Por isso, preste atenção aos detalhes para não prejudicar suas manobras.

Agora, o mais importante do skate: as rodas. O tamanho das rodas varia de acordo com suas preferências e objetivos. Por exemplo, você prefere as ruas, as pistas, half-pipes ou longboard? A partir disso você escolhe entre tamanhos como 52mm a 55mm, 55mm e 60mm ou a partir de 60mm.

Cada roda leva 2 rolamentos, ou seja, serão 8 rolamentos ao todo no skate. Os rolamentos possuem uma classificação chamada ABEC, que varia de 1 a 15 (contando apenas números ímpares). A partir disso, quanto maior o número, maior a velocidade de rotação, tornando o skate mais rápido ou mais lento. Algumas marcas possuem uma numeração própria, é preciso consultar antes de comprar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.